Toda criança exibe com orgulho um sorriso com janelinha, que acontece quando os dentes de leite caem e os permanentes ainda não nasceram. Mas, você saberia dizer por que os chamamos de “dentes de leite”? A explicação é simples e tem a ver com a coloração que apresentam, sendo mais clara e mais branca que os permanentes. Os dentes começam a nascer quando o bebê completa seis meses de vida, e geralmente, os primeiros a dar as caras são os incisivos inferiores centrais.

Até os seis anos, a criança já possui vinte dentes de leite, ou decíduos. A troca pelos permanentes começa por volta desta idade e acontece na mesma ordem de nascimento. Ou seja, se forem os incisivos inferiores centrais de leite os primeiros a nascer, provavelmente também serão estes os primeiros permanentes a erupcionar. Nesta fase, é comum o médico pediatra orientar a mãe sobre a primeira dentição, mas é indicada a procura por um odontopediatra para orientar a respeito da higienização e maneiras da criança se acostumar com a limpeza, não desenvolvendo o medo da escova dental. A dentição permanente completa termina por volta dos 13 ou 14 anos, com a erupção dos caninos.

Estudos recentes recomendam a escovação com cremes dentais fluoretados, a partir da erupção do oitavo dente decíduo. Isto porque o beneficio é maior do que o dano que pode ser causado pela ingestão do flúor, já que a preocupação está no fato da criança, nessa idade, não conseguir cuspir a substância. Deve-se colocar, em uma escova pequena, uma dose equivalente a meio grão de arroz, duas vezes ao dia, após as principais refeições. A partir da erupção dos molares decíduos, a dose pode ser equivalente a um grão de arroz. Nas outras escovações pode-se usar a pasta sem flúor. O flúor é um elemento químico que ajuda a prevenir a cárie e tem bastante eficácia associado à escovação.

Por um bom tempo, a criança possui uma dentição mista, com dentes de leite e permanentes na boca. Normalmente, inclusive, a erupção dos primeiros molares permanentes se dá antes mesmo do início da esfoliação dos dentes de leite. É nesta hora que os pais devem ficar atentos, pois é comum estes dentes serem confundidos com dentes decíduos! O cuidado e higiene bucal mostram-se fundamentais na manutenção da dentição saudável.

Recommended Posts