O Carnaval chegou! Com ele, muita folia, alegria e, para alguns, até descanso! Mas você sabia que algumas doenças podem ser transmitidas pelo beijo?

Se você é um daqueles foliões de carteirinha, que já está com as fantasias separadas num canto da casa, que o coração já bate mais forte, como se fosse um repique, e ainda por cima ainda está solteiro para curtir o Carnaval, esse texto é pra você!

Qual é a sua maior aposta para a festa deste ano? Muitos blocos? Desfile das escolas de samba? Muito glitter? Ou muito beijo na boca? Se a resposta for a última, você precisa saber que beijar esconde alguns riscos. Saiba quais são eles!

Durante o beijo são trocadas cerca de 250 bactérias que podem causar diversas doenças. A maioria são infecções por vírus, bactérias e fungos que são passados através da saliva ou gotículas de saliva, como gripe, mononucleose, herpes e caxumba. E o hábito de beijar muitas pessoas diferentes pode aumentar em até quatro vezes a probabilidade de contrair uma doença. Já pensou?

 Doenças transmitidas pelo beijo

Apesar de não frequentes, a gengivite, faringite e amigdalite são alguns dos problemas que podem ser contraídos por meio do beijo na boca. Outro exemplo é a mononucleose, conhecida como a doença do beijo. Causada pelo vírus Epstein-Barr, ela é transmitida, principalmente, pela saliva e acarreta sintomas como a dor de garganta, febre, mal-estar, fadiga, dor de cabeça, calafrios e aumento dos gânglios.

Outro risco é ter contato com doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). A sífilis e a gonorreia, por exemplo, podem ser transmitidas pela boca, assim como o vírus HIV e HPV, que podem ser contraídos caso haja uma ferida com sangramento bucal. Isso acontece porque a mucosa oral pode reter agentes transmissores de doenças. (Saiba mais sobre doenças sexualmente transmissíveis e a saúde da boca)

A herpes labial também está nessa lista. O vírus da herpes, uma vez contraído, em qualquer circunstância, nunca mais sai do nosso corpo. Porém, ele pode ou não se manifestar, o que inviabiliza saber se uma pessoa tem ou não a doença. A manifestação começa após o organismo estar com baixa resistência e é caracterizada por uma coceira na boca, principalmente nos lábios,  seguida de bolhas. Se você beija alguém com a doença, principalmente quando manifestada, há um grande risco de contaminação. Pomadas e complexo B são as principais formas de tratamento.

A cárie também é uma doença dentária causada por bactérias que provocam a descalcificação do dente, ou seja, deixam os dentes escuros e cheios de pequenos buracos. Por ser uma doença infecciosa, ela pode sim, ser transmitida pelo beijo de língua. Para evitar a doença, algumas medidas importantes devem ser tomadas. Uma delas é caprichar na escovação e não se esquecer de passar o fio dental.

Manter uma boa higiene bucal e visitar um dentista regularmente pode ajudar a se prevenir. Mesmo que essas doenças não sejam transmissíveis só por meio do beijo, é sempre bom ter cuidado nos bloquinhos e camarotes desse Carnaval!

Recommended Posts