O mau hálito não é uma doença, mas sim um sintoma de que algo não está bem no organismo. O paciente que possui esse sintoma muitas vezes não percebe que está com o problema. Por isso, é importante que pessoas próximas também estejam atentas e orientem a procurar ajuda!
É comum dizer que o hálito indesejável acontece por algum problema do estômago, mas na maioria das vezes, não é esta uma coisa isolada. Em 90% dos casos, as causas mais comuns do mau hálito são de origem bucal. Essa alteração do odor ocorre pela liberação de compostos sulfurados voláteis em determinadas condições.
Mas afinal, o que causa o mau hálito?
São vários os fatores que podem contribuir para esse caso:
– Baixa produção de saliva
– Má higiene bucal, que resulta em acúmulos de placas ou resto de alimentos entre os dentes
– Diabetes
– Ingestão de álcool ou tabaco
– Cáries não tratadas
– Doenças periodontais
– Próteses sem adaptação adequada
– Saburra lingual: placa branca sobre a língua que contém bactérias

Para tratar o mau hálito, é importante que, primeiramente, seja marcada uma consulta com o dentista. Quando o paciente é consultado e diagnosticado com mau hálito, são realizados exames clínicos ou laboratoriais para determinar a causa.
Algumas prevenções são importantes para que o mau hálito não volte:
– Escovar a língua regulamente
– Tratar as cáries
– Manter a escovação regulamente
– Uso do fio dental para eliminar resíduos
– Evitar o fumo
– Utilizar antissépticos bucais, sob recomendação do seu dentista! Mesmo que não sejam 100% eficazes, aliviam o problema temporariamente.

Veja mais dicas de como tratar clicando aqui.

Recommended Posts